ATIVIDADE FÍSICA: TREINAMENTO AMADOR X PROFISSIONAL

Olá, pessoal!!

As primeiras medalhas que o Brasil levou nas Olimpíadas do Rio 2016  foram de graduados das Forças Armadas. A atleta Rafaela Silva (fig. 1), que ganhou ouro em sua categoria de judô (peso até 57 kg), é 3º sargento da Marinha. A medalha de prata foi para o 3º sargento do Exército Felipe Wu na categoria tiro esportivo. As medalhas de bronze também foram de terceiros sargentos da Marinha. Mas, afinal, esses atletas são considerados profissionais ou amadores? Amadores! O que?! A polêmica está na definição de atleta profissional e amador.

No dia de hoje é muito comum o indivíduo realizar exercícios físicos sem estar correlacionado diretamente à linha de trabalho que exerce. A esse indivíduo consideramos como amador, pois, por definição, não é pago para se exercitar e realiza pelos propósitos de se beneficiar da atividade física (seja por lhe dar prazer ou para os benefícios da saúde) . Já o profissional vive do esporte que pratica e, portanto, recebe auxílio financeiro (sim, salário) para se exercitar. Isso não impede que o profissional esteja se beneficiando da atividade física também!

Conforme o Ministério da Defesa, dos 465 atletas brasileiros, 30% são militares . Mas esses profissionais são, antes de atletas, militares. Houve na história das Olimpíadas medalhistas que eram também classificados como amadores. A decatleta laureada com ouro nas Olimpíadas de Montreal de 1976, Caitlyn (Bruce) Jenner, trabalhava em seguradora quando não estava ocupada treinando.

Talvez, como condição humana, busquemos esses exemplos como inspiração, por serem considerados pessoas normais que realizaram feitos extraordinários. Talvez nosso conceito de atleta modelo, aquele que inspira as crianças a praticarem alguma modalidade esportiva, precisa partir de dentro de casa com pessoas consideradas comuns.

fig 1 blog 4 parte 3 rafaela silva
Fig 1 – Rafaela Silva

Fico por aqui e até o próximo post.

https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela


índice
por Graziela Kajita, em 01/09/2016

CHEGANDO NO AEROPORTO CHARLES DE GAULLE (CDG)

Olá, pessoal!!

Muitas pessoas me perguntam sobre o que acontece quando chegamos no aeroporto Charles de Gaulle (CDG) em Paris, por isso no post de hoje vou contar para vocês o que esperar na chegada em Paris.

imagem3.jpg
Aeroporto Charles de Gaulle (CDG) – Terminal 2

1 – Imigração

Após descer do avião com todos os seus pertences de mão, vá em direção à imigração. A imigração tem como objetivo controlar quem está entrando no país e o motivo da sua viagem. As perguntas em geral são as básicas, como: para onde você está indo, por quanto tempo você vai ficar, entre outras nesse estilo.

Tenha em mãos todos os documentos para facilitar (seguro, hospedagem, passaporte, etc), mas só os apresente se solicitado. Se você não fala francês nem inglês, não fique assustado, em último caso eles vão encontrar um intérprete.

Imagem1

2 – Bagagem

Depois que completar o processo de imigração, o próximo passo é pegar a malas… Saindo da imigração você irá ver um painel, como o da foto da abaixo, informando o número do voo,  origem e destino (Brasil – Paris) e cia aérea. Nesse painel estará informado o número da esteira onde estarão as suas malas.

imagem 5.jpg

Então é só esperar um pouquinho ao lado das esteiras para as suas malas saírem. Fica a dica: sempre confira se a mala que você está pegando é realmente a sua!!

Imagem2

3 – Alfândega

A alfândega controla a entrada de produtos no país e inspeciona as bagagens quando acharem necessário. Para a maior parte dos brasileiros, esse processo é bem rápido, normalmente o nosso problema vai ser na volta para o Brasil kkkk… De qualquer maneira, você tem que passar pela a alfândega junto com todas as malas e todos da sua família.

4 – O aeroporto CDG

O aeroporto CDG é dividido em  três terminais, como vocês podem observar na imagem abaixo.

plan_masse_cdg_vignette.jpeg

A locomoção entre os terminais é através de um trenzinho.

imagem 6.jpg

O aeroporto é bem sinalizado, as placas normalmente estão escritas em francês, inglês e algum idioma asiático que eu não sei identificar… então é só seguir as placas que você vai encontrar a gare, banheiro, hotéis, restaurantes e etc…

Agora é só sair do aeroporto e aproveitar bastante!! Boa viagens a todos🙂

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

 https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“HUMILHAI-VOS, POIS, SOB A PODEROSA MÃO DE DEUS, PARA QUE ELE VOS EXALTE, A SEU TEMPO.”

1 Pedro 5-6


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 30/08/2016

ATIVIDADE FÍSICA:BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS

Olá, pessoal!!

No post de hoje abordaremos o que faz a atividade física tão espetacular e quais as consequências se feita sem acompanhamento médico ou de forma desordenada.

A atividade física traz benefícios para todas as pessoas, em todas as idades, todas as etnias e ambos os sexos. Auxilia na manutenção de um peso saudável, facilita desempenho de tarefas do cotidiano e está relacionada a menor risco de depressão e de diminuição de função cognitiva em idade avançada. Em crianças e adolescentes auxilia a ter menos depressão do que aqueles que não a praticam. É comprovada a diminuição de doenças coronarianas, surgimento de diabetes mellitus tipo II e até câncer.

O maior ganho está em aumentar a função cardiopulmonar. Se o coração bater melhor e os pulmões receberem melhor o ar, o corpo todo se beneficia de maior perfusão capilar e melhor oferta de oxigênio.

Existem diversas formas de atividade física, categorizadas em aeróbica (aquelas que movimentam grandes grupos musculares, como corrida, natação, ciclismo, etc), fortalecimento muscular (os movimentos que aumentam a força e a potência muscular, i.e., levantamento de peso), fortalecimento da estrutura óssea (os que promovem impacto controlado para haver formação óssea, i.e., pular corda) e alongamento.

Raramente, porém, traz o advento de doença cardíaca decorrente da atividade física. Arritmias, parada cardíaca e ataque cardíaco são condições que ocorrem quando o indivíduo está predisposto a desencadeá-los. Por isso o acompanhamento médico é fundamental para estabelecer até quanto o coração pode aguentar. O clínico poderá discutir quais as modalidades que podem ser feitas na presença de doenças crônicas.

Em indivíduos considerados saudáveis e sem história pregressa de advento cardíacos, se a prática de atividade física provocar dores no peito, sensação de tontura e falta de ar, é necessário buscar auxílio médico, pois ela pode ter desencadeado alguma doença cardíaca.
Sempre busque orientações de um clínico para prevenir episódios desagradáveis de saúde.

Fico por aqui e até o próximo post.

https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela


índice
por Graziela Kajita, em 25/08/2016

ALUGANDO CARRO EM PARIS

Olá, pessoal!!

Primeiramente , gostaria de deixar claro que, diferente de outras cidades do mundo, Paris é um lugar onde não dependemos muito de carro. Primeiro porque o transporte público é muito eficiente e barato. Existem muitas linhas de metrô, o que facilita muito o deslocamento de um ponto a outro. Além disso, o Uber e o táxi podem ser bons salva-vidas, mas nunca queira depender deles.

Agora, se você precisar alugar um carro em Paris, vou deixar umas dicas top para poder economizar um dinheiro🙂

1º dica: Quem pesquisa sai ganhando

Hoje em dia existem vários sites especializados em reserva de hotéis, compra de passagens e aluguel de carros. Quem pesquisa sai ganhando e consegue preços muito bons, então não deixe de visitar todos os que achar.

2º dica: Seguro

Na hora de alugar um carro é fundamental entender os seguros oferecidos, afinal, ninguém quer passar por um aperto no caso de algum acidente.

  • Protection contre les dommages résultants d’une collision: este é o seguro “básico” que cobre os danos causados por colisões, amassados, arranhões, etc… Este seguro cobre apenas o veículo, e não as pessoas.

 

  • Protection contre le vol: este é o seguro contra roubo do veículo. Dependendo do quão perigoso for o lugar onde você for com o carro, é recomendável contratá-lo.

 

  • Protection personnelle accident (conducteur et passagers): este é o seguro das pessoas (motorista e passageiros). Este é o seguro que cobre as despesas hospitalares causadas por algum acidente.

 

  • Protection bris de glace, phares et pneumatiques: este seguro funciona como um “complemento” do seguro básico. Ele adiciona proteção aos vidros, faróis e pneus (itens normalmente não cobertos pelo seguro “básico”).

 

  • Protection affaires personnelles: este seguro é bastante interessante, pois cobre os pertences deixados dentro do veículo (em caso de roubo ou furto). É bom prestar atenção ao valor que ele cobre, pois, dependendo de qual for, não irá cobrir nem a metade das coisas que você tiver deixado no carro.

 

3º dica: Gasolina antes ou depois?

Das vezes que precisei alugar carro na França o que eu sempre fiz e recomendo aos meus amigos, é abastecer o carro antes e devolvê-lo, pois o valor do combustível fora da locadora é sempre muito mais barato do que o valor que irão te cobrar.

4º dica: Multa

Se você levar uma multa (de estacionamento ou pelo radar), a locadora vai pagar e, depois, vai cobrar do seu cartão de crédito. Agora, se você for pego por um policial em alta velocidade, terá que pagar a multa na hora. Então tome muito cuidado!

5º dica: CNH e PID

A PID é a Permissão Internacional para Dirigir. Ela facilita para os funcionários das locadoras acharem as informações mais facilmente (já que, com a nossa CNH, eles ficam um pouco perdidos com tantos números). Não esqueça: a PID só é válida com a apresentação da CNH.

6º Dica: Cartão caução

Isso é o que “quebra um pouco as pernas”. Tenha preparado um cartão de crédito (habilitado para uso no exterior) com um bom limite, pois as locadoras usam ele como uma espécie de “cheque caução”. Caso você devolva o carro direitinho, eles devolvem o crédito sem maiores problemas. Sem isso, você não consegue alugar um carro na França. 

 Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

 https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“EU, EU SOU AQUELE QUE APAGA TUAS TRANSGRESSÕES POR AMOR DE MIM MESMO, E DE TEUS PECADOS NÃO ME LEMBRAREI.”

Isaías 43-25


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 23/08/2016

ATIVIDADE FÍSICA: ORIGEM E DESENVOLVIMENTO

Olá, pessoal!!

O Rio de Janeiro está sediando os 31º Jogos Olímpicos de Verão de 2016, entre os dias 5 e 21 de agosto. Duzentos e seis países, além de um grupo especial formado por atletas refugiados, competirão em mais de 306 eventos para cobiçar a medalha de ouro e ser consagrado como o melhor do mundo em suas modalidades.

As Olimpíadas são inspiradas nos jogos que ocorriam em Olímpia, Grécia, do século VIII a.C. ao século IV d.C. O Barão Pierre de Coubertin fundou o Comitê Olímpico Internacional (COI) em 1984 e, desde então, este evento ocorre a cada quatro anos.

No post de hoje e nos próximos iremos abordar rapidamente a história da atividade física, os benefícios de se realizar atividade física, a diferença entre o treino de um amador do profissional e a polêmica de que exercícios físicos não emagrecem.

Mas, afinal, desde quando o ser humano realiza a atividade física? Não vamos considerar o homem primitivo que precisava lutar ou correr para sobreviver ou a necessidade de treino para entrar em guerra na Roma e Grécia antigas. Hipócrates, há 2000 anos, postula os benefícios de se movimentar para a saúde, porém o uso de academias com exercícios ordenados, com objetivos específicos e massificado, ocorreu na Europa (Polônia, França e Rússia) em meados de 1850-1870.

A aristocracia participava com entusiasmo, sem outra finalidade senão de aumentar a aptidão física , mas era caro e restringia o acesso da população. Até que um guru e fisiculturista, Bernarr Macfadden, nos Estados Unidos, desenvolveu a Physical Culture, revista de 1899 (fig 1), em que cultuava o corpo e hábitos saudáveis. O movimento ganhou adeptos que, após a Segunda Guerra Mundial, estourou por todos os Estados Unidos e hoje existem diversas opções de locais de treino, além de modalidade diferentes.

fig 1. revista physical culture

Fig 1. Capa de uma revista do Physical Culture

No próximo post iremos falar um pouco sobre os benefícios e malefícios da atividade física.

Fico por aqui e até o próximo post.

https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela


índice
por Graziela Kajita, em 18/08/2016

O QUE EU PRECISO SABER SOBRE AS CIAS AÉREAS DE BAIXO CUSTO NA EUROPA(LOW-COST)?

Olá, pessoa!!

Sempre ouvia as pessoas falarem sobre as companhias aéreas de baixo custo, as famosas “low-cost”, pensava que era a solução dos problemas para quem queria economizar um dinheirinho, mas descobri que não é bem assim…

Sabe aquelas ofertas imperdíveis que escutamos por aí de € 15 ou € 20 no trecho França-Inglaterra? Então, elas realmente existem, porém nesse preço você só tem direito a uma mala de mão (com dimensões e peso determinado pela cia aérea) e, claro, você deve obedecer sobre os itens que podem e não podem ser transportados como bagagem mão. No post O QUE POSSO LEVAR NA BAGAGEM ?!?! eu explico detalhadamente sobre esse assunto.

Para você ter uma noção de valores a última vez que cotei na Ryanair os valores estavam em torno de: bagagem despachada (€ 25,00 ida/por mala ou € 50,0 ida e volta/por mala), para reservar assento (€ 8,00/ por pessoa e por trecho) e, com relação a excesso de bagagem, é uma fortuna que eles cobram, ou seja, supondo que a passagem custasse € 15,00, você quisesse reservar o assento (€ 16, ida e volta) e você precisasse despachar a mala (€ 50,00 ida e volta), sua passagem vai custar € 81,00!!

Não estou dizendo que as low-cost não são uma boa opção, o que estou querendo dizer é que não é recomendado você fechar a passagem sem antes fazer uma pesquisa em outras cias aéreas que não são consideradas “low-cost”. Alguns itens a serem levados em conta, antes da compra da passagem:

1º Informe-se sobre a distância do aeroporto (normalmente elas operam em aeroportos mais afastados) e o transporte para chegar até o local.

2º Confira as regras no site da cia aérea, pois mudam com frequência.

3º Pesquise bastante antes de finalizar a compra, afinal a internet está aí pra isso.

4º Leve em conta custo x benefício.

Resumindo, em muitos casos as low-cost podem ser uma alternativa boa, pois você pode conseguir preços maravilhosos. A minha única recomendação para vocês é: verifiquem com outras cias, pois as vezes vocês podem se surpreender positivamente com os valores, e o acesso é bem mais fácil.

 Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

 https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“MAS VÓS SOIS LINHAGEM ESCOLHIDA, SACERDÓCIO REAL, NAÇÃO SANTA, POVO ADQUIRIDO, PARA QUE ANUNCIAIS AS VIRTUDES DAQUELE QUE VOS CHAMOU DAS TREVAS PARA SUA MARAVILHOSA LUZ.”

1Pedro 2-9


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 16/08/2016

.

 

 

A Vanessa, grande amiga, convidou-me a colaborar com blog. Os assuntos serão os mais diversos, desde dicas de saúde para melhorar a qualidade de vida, blogs acadêmicos dedicados à conceituação de certas nomenclaturas médicas, até assuntos mais sóbrios, como a situação do vírus da Zika. Estou aberta para sugestões de assuntos!
Achei pertinente como primeiro tópico direcionar os leitores à dicas de saúde para quem gosta de viajar.
A Organização Mundial de Saúde tem subdivisão dedicada a fornecer orientações para pessoas que estejam buscando destinos dos mais diversos (www.who.int/ith). Por exemplo, é necessário apresentar certificado de que o viajante tenha tomado vacina contra febre amarela para visitar 126 países (IAMAT, 2016) em continentes como América do Sul e África (WHO, 2011). A fig. 1 é uma representação de locais onde o vírus da febre amarela se apresenta.
Outras orientações incluem realização de exames preventivos odontológicos, ginecológicos e exames apropriados para a idade em caso de indivíduos que irão visitar locais em países em desenvolvimento e/ou áreas de difícil acesso.
A página do CDC (Centers for Disease Control and Prevention – wwwnc.cdc.gov/travel) é outra dica para visitar antes de viajar, pois também traz informações de países que não são considerados de risco imediato, como a França, onde recomendam ficar atento a possibilidade de adquirir encefalite do carrapato (CDC, 2015).
Enquanto que o ato de viajar já requer muito planejamento, não podemos negligenciar a parte principal, nós mesmos! Portanto, passar em consulta antes de qualquer viagem e receber orientações pode parecer precaução exagerada, mas no final terá só boas lembranças dos locais frequentados sem incorrer corridas por conta da saúde.

30.7.16 mapa distribuicao febre amarela.jpg

Fig. 1. Mapeamento de Febre Amarela (Fonte: IAMAT, 2016, www.iamat.org)

https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela


índice
por Graziela Kajita, em 09/08/2016

Salvar

Salvar

GULOSEIMAS – SUPERMERCADO FRANCÊS

Olá, pessoal!! Hoje tem vídeo novo🙂

E hoje vou mostrar para vocês algumas guloseimas que encontramos nos supermercados franceses… é uma tentação!! Espero que gostem🙂

O que acharam? Deixem seus comentários e sugestões. E não esqueçam de  se inscrever no canal e, se gostarem do vídeo, cliquem em “eu gostei”.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

 https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“CLAMA A MIM, E EU TE RESPONDEREI, E TE ENSINAREI COISAS GRANDES E OCULTAS QUE TU NÃO CONHECES.”

Jeremias 33-3


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 02/08/2016

LOOK DO DIA: VESTIDO FLORAL

Nunca pensei que ficaria tão ansiosa para a chegada do verão como fiquei esse ano🙂 … Não aguentava mais tanto frio kkk. Verão por aqui é sinônimo de qualidade de vida kkk. E, para entrar nesse clima de verão/férias, escolhi um vestido floral no comprimento midi (que amo!) e combinei com uma gladiadora cano curto, que dá um ar mais descontraído ao look! Finalizei com uma bolsa no modelo hobo! Amo look assim! Vejam só:

lookblog.jpg

https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“FELIZES OS HUMILDES, PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS.”
Mateus 5-3


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 01/08/2016

 

 

O QUE LEVAR NA BOLSA PARA TURISTAR?!

Olá, pessoal!!

Preparar a bolsa para o dia o dia da sua viagem é tarefa bem fácil, além de importante!! Se levar coisas demais vai carregar um peso desnecessário o dia todo e,  se levar coisas de menos vai ficar com raiva por ter deixado algumas coisinhas pra trás. Para ajudar quem vai viajar vou deixar algumas dicas importantes🙂

65dd88dfd24017984b1728e12221f928

1º Tamanho da bolsa: Se vai sair para turistar não leve bolsa grande, opte por bolsa pequena ou média e, se possível, que possa usar transpassado. Lembre-se que é bom manter as mãos livres e o ombro sem muito peso.

2º Mochila: Para países que estão em estado de alerta, como a França, não recomendo andar com mochila, pois, dependendo dos lugares que você for visitar, a entrada com mochila não é permitida.

3º Carteira: Documentos (em caso de viagem internacional não esqueça do passaporte), dinheiro e um cartão, não leve todo o dinheiro na carteira  e nem todos os seus cartões. Deixe um pouco de dinheiro e o restante dos cartões dentro do cofre ou na sua mala trancada, pois, caso perca ou seja assaltada, não vai ficar completamente na mão.

4º Óculos de sol: Esse é um item que não sai da minha bolsa kkk, mesmo que o tempo não esteja favorável. Lembre-se que você vai ficar o dia todo fora e o tempo pode mudar!! Para não ocupar muito espaço na bolsa utilize os saquinhos para óculos ao invés das caixinhas.

5º Kit primeiros socorros: Band-aid, uma garrafinha de água pequena, lencinhos, corretivo, pó e batom afinal temos que fazer bonito na foto kkk.

6º Celular: Para me localizar, postar foto no Instagram e, ultimamente, postar vídeo no Snapchat hehehe. Em viagens internacionais eu nunca precisei comprar chip, sempre uso o wi-fi dos lugares e, quanto ao mapa, utilizo um GPS que funciona offline.

7º Máquina fotográfica: Quando o maridão está junto normalmente eu levo, mas nós sempre avaliamos o tipo de passeio para ver se vale a pena ou não levar a máquina, senão ficamos só com o celular mesmo.

É isso, pessoal!! Não dá para levar muita coisa, mas me viro bem com esses itens… E vocês, o que levam na bolsa em viagens? Me contem nos comentários…

  Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

 https://www.facebook.com/gengibrecomcanela

Instagram:@gengibrecomcanela

 Twitter:@gengibrecanela

“OUVINDO DEUS O GEMIDO DELES, LEMBROU-SE DE SEU PACTO COM ABRAÃO, ISAQUE E JACÓ”
Êxodo 2-24


Administradora: Vanessa Ribeiro

por Vanessa Ribeiro em 25/07/2016